segunda-feira, 13 de junho de 2016

13 Pessoas que morreram de formas bizarras - Parte 2

Existem várias maneiras de morrer, e algumas são tão bizarras que parecem mentira. Confira mais algumas histórias de mortes estranhas e até mesmo engraçadas.

Ninguém sabe de verdade como o filósofo grego Crisipo de Solis morreu, mas existem duas teorias, e ambas são estranhas. A primeira diz que ele morreu depois de beber vinho não diluído, já a segunda diz que ele morreu de tanto dar risada enquanto assistia um burro comendo figos.

Em 1958 o ator britânico Gareth Jones faleceu vítima de um ataque cardíaco durante a apresentação de sua peça de teatro, o problema é que seu personagem também deveria morrer de um ataque cardíaco, então o resto do elenco continuou com a peça como se nada tivesse acontecido. Só depois que a peça terminou que perceberam que Gareth estava morto de verdade.

Bridget Driscoll de Croydon, Londres morreu em 1896 atropelada por um carro, sendo então a primeira vítima desse tipo de acidente no Reino Unido, o acidente aconteceu depois que o limite de velocidade foi aumentado para 23 Km/h. Percy Morrison, um oficial do governo, disse que esperava que "esse tipo de coisa nunca mais acontecesse". Ele ficaria decepcionado se ainda estivesse vivo.

Carl Wilhelm Scheele foi um químico sueco que descobriu diversos ácidos e elementos químicos, e foi sua pesquisa que lhe matou. Ele morreu em 1786, como resultado de exposição a chumbo, ácido fluorídrico, arsênico, mercúrio e vários outros venenos.

O engenheiro Horace Lawson Hunley foi pioneiro no projeto de submarinos durante a Guerra Civil Americana. Ele morreu quando seu modelo final, que ele nomeou em homenagem a si mesmo, afundou enquanto ele mesmo estava no comando do submarino, ele nem ao menos era parte da tripulação oficial.

O General John Sedgwick foi morto na Guerra Civil Americana, mas o que faz da sua morte única é o fato de que logo antes de morrer ele disse as seguintes palavras "Eles não conseguiriam acertar um elefante a esta distância". O General também estava mandando seus homens pararem de se assustar com as balas, chegou até a dizer que eles não deviam desviar delas. Pois é, ele se provou errado.


O fanático por saúde Basil Brown levou seu estilo de vida a outro nível quando ele passou a beber um galão de suco de cenoura por dia, porque segundo ele isso iria fazer dele mais saudável, o resultado foi o oposto, ele faleceu com problemas de saúde devido ao excesso de Vitamina A.

Em 1992 Greg Austin Gingrich decidiu pregar uma peça em seus amigos ao fingir que ele estava caindo para sua morte no Grand Canyon, mas ele acabou escorregando e realmente caiu para sua morte.


As pessoas de Siam eram proibidas por lei de tocar na família real, por isso quando a Princesa Sunanda Kumariratana estava se afogando nenhum dos diversos pedestres ajudaram ela. Ela morreu junto a sua mãe em 1880.

Em 1919 um acidente tirou a vida de 21 pessoas, um tanque de melaço se rompeu, destruindo e grudando tudo em seu caminho com ondas de até 7 metros. O incidente ficou conhecido como "O Grande Desastre de Melaço de Boston".


Em 1814 algo parecido já havia acontecido, 8 pessoas morreram depois que um tanque de cerveja se rompeu jogando o equivalente a 3,500 barris de cerveja nas ruas da cidade.


O legislador ateniense Draco morreu logo após um de seus discursos no teatro Aegine, os seus apoiantes jogaram tantos chapéus, camisas e tecidos no palco que Draco sufocou. Eles fizeram isso para mostrar o apoio deles as ideias do legislador. Draco foi enterrado no mesmo teatro que ele morreu.


Em 1771, o rei da Suécia, Adolf Fredrik, morreu devido a problemas de digestão depois de uma "pequena" refeição composta por uma lagosta, chucrute, caviar, arenque defumado, champanhe e 14 porções de sua sobremesa favorita de hetvägg servida com leite quente.

Curtiu a matéria? Então não deixe de curtir nosso Facebook também: Real World Fatos
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...