sexta-feira, 19 de agosto de 2016

Imagens macabras e suas histórias - Parte 4

Existem muitas imagens bizarras por aí, sejam falsas ou não, e algumas delas tem uma história interessante por trás.
Se quiser ver as primeiras partes dessa matéria, clique aqui.

Aviso! O conteúdo a seguir não é indicado para todos

Enfermeira da Primeira Guerra Mundial (1918) usando uma roupa especial contra radiação.


Foto tirada no século 18 quando as amputações ainda eram feitas sem anestesia, antes da cirurgia os médicos mandavam os pacientes ingerirem álcool e inalarem éter.


Bebês recebendo tratamento contra raquitismo que consistia em raios de sol artificiais. A foto data de 1925


Médico examinando paciente com escoliose, dependendo do nível de deformação na coluna a dor de ficar nessa posição era excruciante.


Tratamento do século XIX para paciente psiquiátricos, as enfermeiras enrolavam eles em lençóis molhadas para acalma-los.


Uma "cadeira parteira" usado por grávidas na hora de dar a luz para ter "eficiência máxima". Esse tipo de cadeiras podem ser datadas desde 1450 A.C no Egito antigo.


Radithor era um remédio de 1918 que consistia em água radiotiva. Claro que sua aplicação era perigosa devido ao fator canceriano, mesmo assim eles ficaram no mercado até 1928. Em 1932 o atleta Eben Byers morreu devido ao uso do "remédio".


Reação de soldados alemães assistindo vídeos dos campos de concentrações, a imagem foi tirada em 1945.



Reação de prisioneiros judeus sendo resgatados de um "Trem da Morte".



O que sobrou do cosmonauta Vladimir Komarov depois que o paraquedas de sua capsula espacial falhou durante a reentrada no planeta.


O chefe da máfia Joe Masseria foi assassinado enquanto jantava em um restaurante por mafiosos rivais, ele morreu enquanto segurava um ás de espadas, que também é conhecida como a carta da morte.



Soldados cuidando do seu cão de guerra depois dele sofrer ferimentos durante a batalha, a foto é de 1944.


Ultima foto de Vladimir Lenin tirada em 1923, nessa época ele já tinha sofrido 3 derrames e estava completamente mudo e parcialmente paralisado.


Última execução pública de guilhotina, 1939.



Tocador de flauta canadense tocando em um campo de batalha durante a Primeira Guerra Mundial.



Um jovem Hitler aplaudindo o começo da Primeira Guerra Mundial.



Tripulação do Zuikaku fazendo uma última saudação antes do navio afundar, 1944.



Se você curtiu a matéria você pode encontrar outras coisas interessantes aqui, basta dar uma curtida.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...