sábado, 12 de novembro de 2016

Curiosidades sobre a Cientologia, a religião mais louca de todas.


A cientologia é uma religião fundada pelo escritor pulp norte-americano L. Ron Hubbard, segundo seu livro "Dianética - A Ciência Moderna da Saúde Mental" Xenu era um alien ditador intergalático que, há 75 milhões de anos, trouxe bilhões de seres à Terra em aviões similares aos DC-8, alinhou-os perto de vulcões e os exterminou com bombas de hidrogênio. Os cientólogos acreditam que a essência de muitos dos seres exterminados por Xenu continuam a vagar na Terra, causando desequilíbrio mental e opressão aos seres humanos. Embora os Cientólogos neguem publicamente a história de Xenu, como é recomendado pela doutrina, o assunto é ensinado aos membros Operating Thetan, no nível III (é isso aí, a religião tem níveis igual a um RPG).

A Cientologia ensina que as pessoas são seres imortais que se esqueceram de sua verdadeira natureza. Seu método de reabilitação psiquiátrica espiritual é na verdade um aconselhamento conhecido como Auditoria, no qual os praticantes tem de reviver conscientemente os eventos dolorosos ou traumáticos de seu passado a fim de libertar-se dos seus efeitos limitantes. Os materiais de estudo e cursos de auditoria são disponibilizados aos membros em troca de doações específicas (você tem de pagar para subir de nível e aprender mais sobre a religião).
A Cientologia é reconhecida legalmente como uma religião isenta de impostos nos Estados Unidos, Itália, África do Sul, Austrália, Suécia, Nova Zelândia, Portugal e Espanha. A Igreja da Cientologia enfatiza isso como prova de que é uma religião de boa-fé. Em outros países, nomeadamente Canadá, França, Alemanha e no Reino Unido, a Cientologia não tem status religioso (embora suas Igrejas sejam permitidas) ela é vista como um culto, empresa comercial ou organização sem fins lucrativos.

Segundo o documentário "Going Clear" os membros da Igreja "são submetidos a abusos físicos e psicológicos" O documentário fala sobre a política de "desligamento", que obriga os seguidores da Igreja a cortar todo o contato com a família e amigos. Além disso, dá detalhes sobre o que é conhecido como "The Hole" (o buraco), um cativeiros onde, supostamente, são mantidos membros desobedientes do Sea Org - nome de um ramo que dirige a Igreja e que conta uma frota de barcos - que seriam abusados física e psicologicamente.

A Cientologia "pressionou autoridades para ser declarada uma religião e não pagar impostos". No documentário, afirma-se que L. Ron Hubbard (que é acusado de mentir sobre seu histórico no Exército dos EUA e de maltratar sua segunda esposa) decidiu criar a Cientologia para ganhar dinheiro.
A organização - que o Going Clear diz ter 50 mil membros - não paga impostos há décadas e deve centenas de milhões de dólares a autoridades.
No início dos anos 90, o atual líder da organização, David Miscavige, pressionou o IRS americano, órgão equivalente à Receita Federal brasileira, para conceder à Cientologia status religioso, o que a isentaria de impostos. O programa diz que a Igreja entrou com mais de 2 mil ações judiciais contra funcionários do IRS e investigou a vida pessoal de muitos deles com detetives particulares. Finalmente, em 1993, o IRS concedeu à Igreja a condição de religião, o que, segundo o documentário, permitiu que a Cientologia atingisse um patrimônio de US$ 1,5 bilhão.

A Igreja da Cientologia "causou a separação de Tom Cruise e Nicole Kidman". Um ex-alto funcionário da Igreja conta como supostamente a organização não via com bons olhos a relação de Tom Cruise, seu membro de mais alto perfil, e Nicole Kidman, que estiveram casados entre 1990 e 2001.
É afirmado que a atriz era considerada uma "fonte potencial de problemas" por ter sido criada no catolicismo e ter um pai psicólogo - um dos inimigos da Cientologia é a psiquiatria (por que será?). Kidman teria sido, supostamente, investigada por detetives particulares e seu telefone foi interceptado a pedido de Cruise. A Igreja teria, ainda, tentado colocar os dois filhos adotivos do casal contra a mãe para que Cruise pudesse conseguir a custódia deles no caso de um divórcio.
Em Going Clear também afirma-se que, após o divórcio do casal, a igreja comprometeu-se a encontrar uma nova namorada para Tom Cruise, a também atriz Nazanin Boniadi.

Os membros da Cientologia são regularmente submetidos a chamadas auditorias, confissões gravadas e nas quais explicam detalhes de sua vida pessoal. As sessões teriam o objetivo de encontrar a origem dos traumas que afetam uma pessoa, mas na verdade  as informações obtidas nas auditorias são usadas para "chantagear" membros descontentes com a organização, afirma o documentário Going Clear.
Esse seria o caso do ator John Travolta que, alega-se, não deixa a Igreja por medo de que detalhes de sua vida pessoal sejam revelados.

A Justiça belga quer estabelecer um precedente internacional com uma condenação exemplar da Igreja da Cientologia, estabelecida na Bélgica desde 1974, acusada de fraude, violação da lei de proteção de dados pessoais (proteção da privacidade), extorsão e charlatanismo (exercício ilegal de medicina). O processo partiu de uma investigação que se prolongou por seis anos. Ofertas de emprego teriam sido feitas pela Igreja da Cientologia em Bruxelas para recrutar voluntários e novos membros, infringindo as rígidas leis trabalhistas belgas. A Igreja da Cientologia na Bélgica exigia aos interessados que aderissem aos seus princípios filosóficos.

As filmagens sobre a tentativa de assassinato de Adolf Hitler no filme Operação Valquíria, com Tom Cruise no papel principal, foram proibidas de serem filmeadas em área militar alemã (em torno do Memorial Bendlerblock, em Berlim), pelo fato do protagonista pertencer à Igreja da Cientologia. Além de ser o produtor, Tom Cruise fez o papel principal, interpretando o herói alemão Claus Schenk Graf von Stauffenberg, que tentou assassinar Adolf Hitler com uma bomba escondida em uma pasta em julho de 1944. Na Alemanha membros da Cientologia estão constantemente sob vigilância do Bundesamt für Verfassungsschutz (BfV) (Escritório Federal para Proteção da Constituição), cujo trabalho é monitorar atividades antidemocráticas como partidos políticos neonazistas, células terroristas e seitas.

Por mais incrível que pareça a cientologia foi influenciada por religiões orientais, como o budismo e o hinduísmo. Para a seita, os fiéis devem acreditar na imortalidade dos seres, nos poderes ocultos e na vida alienígena.

A religião tem suas próprias visões da psicologia e até da ciência, segundo eles a mente humana é dividida em duas partes: a mente reativa, responsável por absorver os traumas emocionais e as dores; e a mente analítica, responsável pela consciência.

Para os adeptos da cientologia, a religião tem o poder de despertar a consciência para a individualidade cósmica. Entre os pontos mais controversos dessa seita estão os cursos e as sessões de purificação que os fiéis são obrigados a fazer. Os adeptos da cientologia também são proibidos de tomar alguns remédios, como antidepressivos, e de passar por intervenções cirúrgicas.

Curtiu a matéria? Então curta a nossa página no Facebook: Real World Fatos
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...