sexta-feira, 9 de dezembro de 2016

Conheça algumas músicas que foram usadas para torturar prisioneiros

Existem muitos tipos de tortura, mas as psicológicas são sempre mais efetivas do que as físicas e a música tem um grande papel na história da tortura, seja para impedir que os prisioneiros durmam ou apenas para enfiar uma mensagem na cabeça deles.
Confira agora algumas músicas que foram usadas para torturar prisioneiros ao redor do mundo.


Eminem - The Real Slim Shady

Binyam Mohamed foi preso ilegalmente pela C.I.A com a supervisão do Reino Unido, segundo seu relato ele teve de escutar Eminem por 20 dias seguidos "Eu podia ouvir os outros prisioneiros gritando e batendo suas cabeças na parede". Depois que Mohamed foi solto o governo lhe pagou 1 milhão de Euros pela tortura sofrida.

Dope - Take your best shot

Ruhal Ahmed disse em uma entrevista "Eu posso suportar ser espancado, não é um problema. Depois de aceitar que você está indo para a sala de interrogatório para ser espancado, está tudo bem. Você pode preparar-se mentalmente. Mas quando você está sendo psicologicamente torturado, você não pode". Ruhal disse que ele foi torturado com diferentes músicas, mas que no fim você não ouve a letra, apenas os barulhos.


Christina Aguilera - Dirrty ft. Redman


Mohammed al Qahtani foi acusado de participar dos ataques de 11 de setembro, e a música de Aguilera foi apenas uma das usadas no que eles chamavam de "Tema para muçulmanos malvados". A música tem uma letra sensual, então os homens muçulmanos não poderiam ignorar ela. Outras torturas incluíam soldados femininas tirara roupa e dançar para os muçulmanos...isso que é tortura.

Mohamed el-Qasabgi - Zikrayati (My Memories)

Não é só música estrangeira que os soldados usam para humilhar os prisioneiros, essa música árabe foi usada porque tecnicamente é um crime a religião muçulmana ouvir ela, segundo relatos um dos prisioneiros chegou a pedir perdão a Deus dizendo que não era escolha dele ouvir aquela música.


David Gray - Babylon 


A música foi usada em Guantanamo por sua conotação religiosa, quando o musicólogo alemão Christian Gruny tocou esta canção para um prisioneiro ele imediatamente teve soluços incontroláveis​​.

Barney - I Love You Song


Segundo relatos essa música infantil é uma das mais usadas pela C.I.A, o criador da música Bob Singleton disse: "Parecia tão ridículo que algo totalmente inócua para as crianças poderia ameaçar o estado mental de um adulto".


Bee Gees - Saturday Night Fever



A música, imortalizada pela dancinha de John Travolta, foi usada para torturar Moazzam Begg, que era acusado de financiar a Al-Qaeda, ele foi solto por ordem do presidente George W. Bush, embora a C.I.A, o F.B.I e o Pentágono fossem contra essa decisão, ele processou o governo britânico e ganhou uma quantia em dinheiro. Segundo ele: "Eu achei que era uma brincadeira quando eles começaram a tocar Bee Gees, isso não faria ninguém que eu conheço falar" mas no fim ele disse "Eu falo, só desliguem essa porcaria".

The Meow Mix

O motivo dos torturadores usarem música é porque ela parece melhor nos olhos do público do que a tortura física, mas nem precisa ser música, qualquer coisa repetida várias vezes serve, é por isso que até mesmo esse jingle de comida para gato já foi usado em prisioneiros.

Marilyn Manson - The Beautiful People 

Os que mais sofrem com tortura musical são os que cresceram em famílias mais tradicionais, por isso dá para entender o porque eles usaram Marilyn Manson em prisioneiros que nunca haviam ouvido música americana antes.
"Muitas pessoas sofreram vários tipos de ataques de ansiedade. Pessoas hiperventilando, perdendo o controle de seus sentidos, batendo sua garrafa de água contra a cela, contra outras pessoas, tentando raspar suas mãos contra o arame farpado, às vezes quebrando e chorando" disse Moazzam Begg.

Deicide - Fuck your God


A música cujo nome literalmente significa "Foda-se seu Deus" afetou tanto os prisioneiros quanto os torturadores, Tony Lagouranis do exército americano "Minha garganta estava inflamada, meus ouvidos estavam apitandoi, e as luzes eram desorientadoras. Eu percebi que não ia ser capaz de suportar isso por muito mais tempo." o soldado ficou tão irritado que pensou em começar a cortas os dedos de seus prisioneiros.

Queen - We are the Champions

Donald Vance, veterano da marinha americana sofreu essa tortura depois que o Exército dos E.U.A invadiram a empresa de segurança iraquiana que ele estava investigando como um informante do F.B.I não remunerado. Ele ficou preso por 97 dias mas não sofreu tanto quanto os muçulmanos, Vance passou a falar com ele mesmo, contar piadas e cantar junto com Freddie Mercury para não endoidar de vez. Como Vance é americano seu caso foi rapidamente jogada pra debaixo dos panos.
Fontes: Link1, Link2

Não esqueça de curtir nosso Facebook: Real World Fatos
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...