sexta-feira, 2 de junho de 2017

A origem de ditados populares que você nunca soube #4

Ditados populares são frases que você repete sua vida toda mas nem deve saber de onde elas vem, você já viu algumas explicações nas primeiras partes dessa matéria e agora você vai conhecer ainda mais sobre eles. Confira e mate sua curiosidade.

Se algo finalmente vai acontecer você diz que agora "é que a porca torce o rabo" ou que é hora de "torcer o rabo da porca", mas porque alguém faria essa maldade com o bichinho? Acredita-se que o ditado venha do fato de que fazendeiros seguram os porcos pelo rabo para força-los a ir para algum lugar ou para matá-los.
Outra explicação seria de que nas competições de porcos os donos torceriam o rabo dos porquinhos logo antes do juiz analisar eles, fazendo eles ganharem mais pontos na competição.

"Diga me com quem andas que te direi quem és", essa frase é bem direta, significa que você pode julgar alguém baseado nos amigos dessa pessoa. Muitos acham que essa frase vem da Bíblia, mas ela não vem, embora o livro tenha frases parecidas, essa frase não vem de lá. ninguém sabe ao certo de onde ela veio, mas ela foi criada pelo fato que normalmente pessoas espertas andam com pessoas espertas, criminosos andam com criminosos etc, realmente uma pessoa pode ser julgado pelos seus amigos.


Se uma pessoa quer algo já, algo rápido, alguém pode dizer que "Roma não foi construída em um dia", a frase obviamente está correta, Roma não foi construída em apenas um dia, mas quem inventou essa frase não foram os romanos e sim o escritor inglês John Heywood, bom, se ele inventou ou só roubou a frase ninguém sabe mas foi ele que a popularizou quando escreveu que "Roma não foi construída em um dia, mas eles estavam colocando tijolos todas as horas", a frase foi cortada no meio e acabou se popularizando entre o povo.


"Em casa de ferreiro, espeto é de pau", ninguém sabe de onde esse ditado veio ao certo, mas ele provavelmente tinha um significada diferente antes, hoje ele é usado para indicar quando alguém faz muito pelos outros mas não por si mesmo, já antigamente ele provavelmente queria dizer que o ferreiro era mais esperto em fazer de pau, porque o ferro queimaria a sua mão, mudando o significado da frase.


Quando alguém chega atrasado, é comum a pessoa dizer a famosa frase "Antes tarde do que nunca", a frase é autoexplicativa, a frase provavelmente veio da língua inglesa, ela foi popularizada pelo escritor Geoffrey Chaucer em 1386 no The Yeoman’s Tale, onde ele disse a frase: "Melhor do que nunca é tarde, nunca conseguir seria um período muito longo".


Quando algo de ruim acontece a uma pessoa e ela não tem nenhum controle sobre a situação ela se diz que "aqui se faz, aqui se paga" para se sentir melhor, a frase é uma mentira, mas ela parece seguir os preceitos do carma, que diz que se você faz algo de ruim, algo de ruim acontecerá a você, o carma também é uma mentira, mas o nome ainda é usado hoje em dia.
Acredita-se que a frase seja apenas uma versão mais amigável de outro ditado popular encontrado no Principio de Tailão, nas leis de Hamurabi "Olho por olho, dente por dente", a frase pode ter sido modificada para ser mais amigável.


Quando uma pessoa ameaça muito mas não faz nada se diz que "Cão que ladra, não morde", a frase obviamente é uma mentira, cães que ladram podem morder também, o ditado tem um passado obscuro, ele pode ser encontrado em outras línguas mas ninguém sabe ao certo de onde veio, mas provavelmente alguém observou que cães latem para se comunicar e não apenas para atacar e por isso se confundiu.


Quando alguém chora muito ela está a "chorar pitangas", acredita-se que a frase vem do fato de quando você chora seus olhos ficam vermelhos iguais pitangas, ou seja você choraria "lágrimas de sangue".


Quando você quer a verdade sobre algo é hore de "colocar as cartas na mesa". A expressão vem dos antigos jogos de baralho, na hora de ver quem ganhou era a hora de colocar as cartas na mesa, ou seja, revelar tudo aos seus oponentes.


Se você jura que aquela pessoa é inocente, ou se você vai defender ela, você pode dizer que "coloca a mão no fogo" por ela, e por mais idiota que pareça, as pessoas realmente faziam isso, nem que seja de maneira forçada. Na Idade Média as pessoas não acreditavam em prova e evidencias, apenas no poder divino, se você fosse inocente Deus te salvaria, se não fosse você morreria, não precisa nem dizer que muitos inocentes morreram devido a essa idiotice.
Para provar sua inocência, o acusado deveria caminhar alguns metros, na frente de um juiz e de testemunhas, segurando uma barra de ferro em brasa nas mãos. As mãos eram protegidas por um pedaço de estopa envolvido em cera. Se a mão estivesse sem nenhuma marca, o acusado era considerado inocente. Se aparecesse uma queimadura, o sujeito era enforcado.


Se você quer algo mas não pode ter você está "comendo com os olhos", acredita-se que a expressão venha da Roma Antiga, os romanos costumavam oferecer banquetes aos deuses, como os deuses obviamente não apareciam para comer e os mortais não podiam comer a comida dos deuses, todo mundo ficava lá apenas olhando a refeição, ou seja "comendo com os olhos"


Se você quer fazer alguém se sentir melhor depois de uma burrada, você diz a ela que "errar é humano". A frase original é “Errare humanum est” e ela é atribuída ao escritor latino Sêneca (4 a.C.-65 d.C.).


Se você é um cara sem graça, maldoso ou encrenqueiro você é o "espirito de porco". O ditado vem da fama que os porcos tem de sujo, ou seja um espirito de porco é alguém que tem a alma suja, um pecador.


Se você está com má sorte, está sendo muito maldoso etc você "está com a macaca", mas porque macaca? Simplesmente porque pessoas religiosas acreditavam que pronunciar a palavra demônio ou diabo trazia má sorte, por isso sempre que possível eles mudavam a palavra para outra, nesse caso foi a macaca, provavelmente porque religiosos nunca gostaram do fato de macacos e humanos serem parentes, eles sempre negaram isso e tentaram dar má fama aos macacos.


Outra expressão popular que substituiu o diabo por um animal é o "cão chupando manga", nesse caso o diabo foi substituído por cão graças a Igreja Católica que sempre deu esse significado ao pobre animal, já a parte do "chupando manga' é devido ao fato de que as pessoas fazem careta quando comem essa fruta, então a frase "cão chupando manga" na verdade significa "diabo fazendo careta".


A expressão "Voto de Minerva" é usada para indicar um voto que vai desempatar a competição. A frase vem de uma história grega onde Agamenon, o comandante da Guerra de Troia, ofereceu a vida de sua filha em sacrifício aos deuses para conseguir a vitória do exército grego contra os troianos. Sua mulher, Clitemnestra, cega de ódio, o assassinou. Com esses crime, o deus Apolo ordenou que o outro filho de Agamenon, Orestes, matasse a própria mãe para vingar o pai. Orestes obedeceu, mas seu crime também teria que ser vingado. Em vez de aplicar a pena, Apolo deu a Orestes o direito a um julgamento. A decisão, tomada por 12 cidadãos, terminou empatada. Chamada pelos gregos de Atenase pelos romanos de Minerva, a deusa da sabedoria proferiu seu voto, desempatando o feito e poupando a vida de Orestes.


"Vendo passarinho verde" é um ditado popular que significa que a pessoa está apaixonada, essa frase vem de muito tempo atrás, acredita-se que antigamente periquitos eram usados por casais para mandar mensagens de amor um pro outro, tipo um pombo correio, por isso se você via um pássaro verde era porque ou você estava apaixonado ou alguém estava apaixonado por você.

Curtiu a matéria? Então vá até o nosso facebook e curta nossa página, todo dia você pode ler mais matérias interessantes e divertidas
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...