sábado, 29 de julho de 2017

De onde vem o nome dos furacões?

Furacão Isabel, Furacão Hugo, Furacão Matthew, Furacão Ivan, são tantos nomes que as pessoas acabam se confundindo, mas você já se perguntou de onde esse nomes vieram, ou porque eles existem? 
Muitos desastres naturais recebem nomes, mas com certeza os mais famosos são os ciclones e furacões, e o motivo para nomeá-los, ironicamente, era para que as pessoas parassem de se confundir. Por exemplo se uma pessoa anunciasse no rádio que uma tempestade estava chegando e depois outra pessoa falasse de outra tempestade as pessoas poderiam se confundir e pensar que se tratava do mesmo fenômeno, por isso furacões devem ser nomeados, e antigamente, lá pelos anos de 1800, eles recebiam o nome do Santo do dia em que eles aconteciam, esse foi o caso por exemplo do Furacão Santa Ana e também do Furacão São Felipe.
Mas foi o meteorologista australiano Clement Wragge, que popularizou o uso de nomes femininos para tempestades, assim era mais fácil distinguir uma da outra. Em 1978 essa pratica acabou e nomes masculinos também foram usados para nomear os fenômenos.

Mas quem são as pessoas homenageadas pelos meteorologistas? Na verdade ninguém, os nomes são completamente aleatórios. Todo ano ocorrem furacões, por isso eles começaram a nomear todos eles em ordem alfabética, excluindo as letras Q, U, X, Y e Z porque há poucas opções de nomes com essas iniciais. 


O primeiro furacão do ano recebe um nome com a letra A, o segundo com B e assim por diante. E se aquele ano tiver mais de 21 furacões (o que é bem raro) eles são batizados com o alfabeto grego Alpha, Beta, Gamma, Delta e assim por diante.
A lista com os nomes são feitas pelo comitê responsável por monitorar as águas do Caribe, golfo do México e norte do Atlântico, que é de onde saem os furacões que atingem os Estados Unidos e que acabam virando notícia no mundo inteiro. Para ter certeza que a lista é justa, eles alternam entre nomes masculinos e femininos. 
Os nomes podem ser reutilizados, exceto se o furacão fizer muito estrago e ficar famoso mundialmente, como foi o caso do Furacão Katrina de 2005. Na verdade pode acontecer de até 3 furacões acontecerem no mesmo período, e muitos deles não são tão forte assim, por isso nem todos eles ficam famosos na mídia.
Abaixo você confere uma lista dos nomes que já foram banidos junto com o anos em que eles foram banidos:


Por incrível que pareça os nomes dos furacões são escolhidos antes dos furacões aparecerem, na lista abaixo você pode ver os nomes que já foram usados nos anos passados e também os que ainda serão usados em 2017.


Você não vai ouvir falar da metade desses nomes, é muito improvável que todas eles causem destruição suficiente para ficarem famosos. Você até mesmo já pode conferir a lista até o ano de 2021 nessa outra tabela feita pelo NHC (National Hurricane Center ou Centro Nacional de Furacões).

Agora você já sabe de onde vem o nome dos furacões que você vê na televisão. Se você curtiu a matéria curta também o nosso Facebook: Real World Fatos e encontre mais matérias interessantes.
 Fontes: Link1, Link2, Link3, Link4, Link5
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...