quinta-feira, 12 de julho de 2018

Conheça as gangues mais diferentes ao redor do mundo

Já se foi o tempo em que gangues diziam respeito aqueles homens de ternos e gravata, que jantavam em lugares finos e faziam acordos entre si. Hoje em dia apenas nos Estados Unidos existem 33.000 gangue, ou seja, tem pra todos os tipos e gostos. 
Conheça agora algumas das gangues mais diferentes que existem no mundo.

Se você visse esses caras vindo em sua direção você provavelmente atravessaria a rua não é? Mas não tem nada com que se reocupar, eles são os Bikers Against Child Abuse ou Motoqueiros Contra o Abuso infantil.
A BACA foi fundada em 1995 por John Paul "Chief" Lilly em Provo, Utah, EUA. Paul era um Assistente Social Clínico Licenciado e Terapeuta Registrado. A BACA é uma organização sem fins lucrativos registrada nos EUA espalhada em 48 estados e 9 países. 
Como terapeuta infantil, Chief trabalhou diretamente com crianças vitimas de abuso. Ele viu em primeira mão como muitas das crianças travavam durante o julgamento ao serem confrontadas por seus atacantes. Indo contra as regras da terapia, Chief convidou 40 motociclistas para a casa de uma criança para um churrasco. Mais tarde naquele dia, a mãe da criança ligou para informar que pela primeira vez em meses ele estava andando de bicicleta pela vizinhança sem medo. Usando o progresso que a criança tinha feito como exemplo, Chief aproximou-se de seus amigos motociclistas sobre como organizar e trabalhar juntos para o bem das crianças vítimas de abuso. Agora todos esses motoqueiros acompanham as crianças nos julgamentos para que elas se sintam seguras (e, claro, meter um pouco de medo nos abusadores).


Essas mulheres podem não meter medo em você, mas elas são duronas, a Gulab (Rosa) é uma gangue indiana só de mulheres, mas tem um motivo pra isso. 
O grupo apareceu pela primeira vez em Banda, Uttar Pradesh, como uma resposta ao abuso doméstico generalizado e outras formas de violência contra as mulheres que acontecem o tempo todo na Índia mas são ignoradas pela policia. A gangue foi fundada por Data Satbodh Sain, o grupo consiste em mulheres entre dezoito e sessenta anos de idade. Hoje elas estão espalhadas pelo Norte da Índia, suas armas são bastões, elas treinam com eles para se defender de estupros e abusos. 



Se você quer uma gangue com estilo sua procura acabou a SAPE é o que você quer. SAPE significa “Societe des Ambianceurs et des Personnes Elegantes”, que se traduz  “Sociedade de Criadores de Estilo e Pessoas Elegantes”. Os membros deste movimento chamam a si mesmos de sapeurs e mandam nas ruas de Brazzaville, a capital da República do Congo. 
Para entrar no grupo você tem de se vestir de maneira impecável, o que aconteceu foi que o país era dominado pelos franceses, por isso os nativos acharam que era uma boa ideia copiar todo aquele estilo e gloria europeia. A gangue foi fundada a muito tempo lá no século XIX e hoje conta com muitos membros.


Os Forty Elephants (Quarenta Elefantes) era um grupo de ladrões de habilidades incríveis que viveram em Londres entre os séculos XIX e XX, eles eram tão bons que começaram a se espalhar por toda a Europa, ninguém percebia que havia sido roubado até ser tarde demais, eles tinham esse nome porque operavam na região chamada Elephant and Castle District.
Ninguém sabe ao certo o quanto eles roubaram e nem por quanto tempo foram ativos, mas o que faz deles tão diferentes assim? É que os 40 ladrões eram todos mulheres, algo quase inédito na época, e elas eram duronas, se alguma outra gangue invadisse seu território elas não tinham medo de enfrenta-los.


A Gangue dos Vovôs ganhou esse nome por motivos óbvios, eles eram homens nos seus 60 anos que conseguiram roubar $20 milhões em joias, dinheiro e ouro de um banco londrino, foi o maior roubo da história inglesa.
Os quatro homens, que já haviam sido condenados por roubo antes, entraram no banco através de uma saída de incêndio, desceram um poço de elevador e perfuraram uma parede para alcançar os cofres. Sua primeira tentativa de chegar às caixas não teve sucesso, então eles voltaram dois dias depois e terminaram o trabalho. Eles foram pegos não muito tempo depois por um motivo tão estúpido que eles devem se arrepender até hoje, alguém os entregou depois de escutá-los se gabando sobre o roubo em um bar local.


As Sukebans eram gangues formadas lá nos anos 60 por garotas japonesas, seus crimes? Desobedecer os pais, fumar na escola, ser mal-educadas, pequenos atos de violência etc. pode não parecer muito mas no Japão era grande coisa.
Seus uniformes eram versões modificadas de uniformes escolares e elas tingiam o cabelo de cores fortes. No total eram quase 20.000 membros, elas na verdade existem até hoje mas em menor numero.


Pra que matar se você pode só...roubar cabelos? É nisso que a gangue venezuelana Piranhas se especializou, roubar cabelos femininos, qualquer mulher de cabelo comprido pode ser a próxima vítima. os cabelos podem ser vendidos no mercado negro por até 1000 dólares dependendo da qualidade.
Os membros da gangue chegam por trás e cortam o cabelo antes que a vítima perceba o que aconteceu, com medo as mulheres venezuelanas começaram a doar seus cabelos pra caridade antes que elas fossem caçadas.


Parece que o Japão não consegue ter gangues normais, conheça os bosozoku, motoqueiros que gostam de customizar suas motos de maneiras diferentes e chamativas, seus crimes incluem brigas, rachas, drogas, atravessar o sinal vermelho e coisas do tipo.
A gangue é formada (claro) de adolescentes, os bosozoku tiveram sua origem no pós- Segunda Guerra Mundial e atingiram seu ápice nas décadas de 1970 e 80, mas entraram em declínio após a década de 1990. Hoje são considerados um movimento cultural.


Conheça o The Check It, a única gangue de Washington composta por membros da comunidade LGBT, eles foram obrigados a formar a gangue para se proteger da homofobia e da brutalidade policial. Hoje em dia eles cometem pequenos crimes e ainda querem lançar sua própria marca de roupa.


O Twelve O’Clock Boys é uma gangue de motociclistas que sempre consegue se safar da policia, mas como? Embora as motos que eles usem sejam ilegais, também é contra a lei a policia participar de perseguições com essas motos devido ao risco de acidentes, ou seja eles são intocáveis.
Um documentário foi feito sobre o grupo que fica localizado em Baltimore nos E.U.A


A Rescue Ink são um bando de caras tatuados que metem medo em qualquer um, sua missão: salvar o maior número de animais abandonados que eles puderem. Realmente as aparências enganam. O grupo tem até mesmo seu programa de Tv.
Os caras afirmam que eles usam táticas agressivas para envergonhar e denunciar os donos de animais abusivos. O grupo toma medidas para remover animais em dificuldades de seus ambientes, levando-os a abrigos ou instalações de reabilitação. Eles operam seu próprio abrigo em Long Beach, Nova York.


Quando alguém diz que vai se juntar a uma gangue a última coisa que você deve pensar é "Que tal a Disneylandia?". Conheça a The Wanderlanders, uma gangue especializada em matar tempo em parques temáticos da Disney.
Seus crimes são poucos mas envolvem furar filas, serem rudes, fumarem maconhas e arruinar as férias de famílias da classe média.

Pois é, tem gosto pra tudo. Se você gostou da matéria visite e curta o nosso facebook: Real World Fatos
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...