segunda-feira, 23 de julho de 2018

Guardiões da Galáxia 3, Disney demite diretor após piadas com estupro e pedofilia

James Gunn se tornou conhecido após dirigir os primeiros filmes da série Guardiões da Galaxia, mas agora ele não vai completar a sua trilogia. 
A notícia de sua demissão veio logo após a republicação de diversos tweets ofensivos do diretor, com referências a pedofilia e estupro, publicados originalmente de 2008 a 2011.
O diretor da Walt Disney Studios, Alan Horn, se pronunciou sobre o afastamento de Gunn: "As atitudes e declarações ofensivas descobertas no Twitter de James são indefensáveis e inconsistentes com nossos valores, e danificaram nossa relação com ele". Após a revelação de tweets antigos, Gunn se pronunciou dizendo ter evoluído como ser humano e ter mudado seu comportamento. 
James Gunn foi responsável pelo roteiro e direção dos dois longas de Guardiões da Galáxia. A Marvel Studios ainda não se pronunciou sobre as alterações na produção de Guardiões da Galáxia Vol. 3, que deveria iniciar filmagens no fim do ano. O longa tem previsão de lançamento em 2020. 
O diretor ainda era esperado em um painel na San Diego Comic Con para um anúncio ainda não revelado. Expectativas apontavam para uma adaptação de Berserk, mangá de Kentaro Miura, mas depois de sua demissão ele cancelou sua aparição.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...