Loading...

terça-feira, 12 de março de 2019

Conheça truques psicológicos que você pode usar em outras pessoas

Psicólogos com anos de experiencia podem descobrir o problema de seus clientes antes mesmo deles abrirem a boca apenas via linguagem corporal, mas você também pode usar alguns truques.
Confira alguns truques psicológicos incríveis e fáceis de usar que você mesmo pode fazer com outras pessoas. 
E depois disso que tal dar uma passadinha no nosso facebook e deixar a sua curtida? Bom, vamos lá!

A melhor maneira de aprender e lembrar de algo é ao explicar o tema a outra pessoa. Nós tendemos a simplificar as coisas ao explicá-las aos outros, portanto isso ajuda você a se concentrar nas informações mais importantes que você deseja que a outra pessoa lembre, e consequentemente você também vai se lembrar.

Você é preguiçoso? Se você é um procrastinador da vida e tem tarefas importantes que não podem ser adiadas, tente pensar sobre a tarefa antes de ir dormir. Isso força o seu cérebro a agir mentalmente e seu cérebro começará a traçar um caminho para a conclusão da tarefa. 
Simplificando ainda mais, o truque é: antes de realizar uma tarefa no mundo físico, faça isso primeiro no mental. Quando você chegar a tarefa em sua vida real, o seu cérebro já terá processado uma grande parte dela, tornando mais fácil para você realmente terminá-la.
Muitas pessoas com problemas de ansiedade também usam esse truque em seu dia-a-dia, se imaginando em situações desconfortáveis antes de realiza-las.

Se você acha que vai levar uma bronca, tem um jeito fácil de se safar, sente-se perto de quem vai gritar com você. 
Segundo psicólogos é intensamente desconfortável falar mal de alguém e ser agressivo com essa pessoa quando ela está sentada ao seu lado ou perto de você. 
Mas é bom avisar que isso só funciona se você não for intimo da outra pessoa, ou seja, isso não funciona com mães, esposas, irmãos e melhores amigos.


Você acha que está sendo observado? Tente bocejar e depois olhe para a pessoa que você suspeita estar te assistindo. Se eles bocejarem também, então você sabe que a pessoa estava te observando pois o bocejo é contagiante.

Se você quer impressionar alguém e talvez até pareça encantador para ele, tente repetir o nome dele ou dela durante a conversa. Isso porque, segundo psicólogos e psiquiatras quando ouvimos nossos nomes isso chama nossa atenção e nos faz sentir como se estivéssemos sendo pessoalmente abordados e isso ajuda com o ego da pessoa. 
Mas certifique-se de não exagerar pois você vai parecer um pouco assustador se fizer isso.
Essa técnica é muito usada por vendedores, que costumam perguntar seu nome no começo da conversa e depois só te chamar por ele.

Enquanto rimos em um grupo de pessoas, inconscientemente tendemos a olhar para a pessoa que nos sentimos mais próximas naquele momento. 
Essa pode ser uma maneira fácil de identificar romances secretos e quem realmente são melhores amigos.

Se você quiser que alguém concorde com você quando fizer uma pergunta, acene com a cabeça ao fazê-lo. Na psicologia isso é chamado de espelhamento. 
Isso significa que as pessoas estarão mais propensas a concordar com você se você estiver enviando sinais positivos de afirmação (neste caso, concordando com a cabeça).

Quer parecer amigável e confiante ao conhecer alguém novo? Tente memorizar a cor dos olhos deles. Não há necessidade de mencionar isso a eles é claro, mas a ideia por trás disso é que é uma técnica simples para manter a quantidade ideal de contato visual, que é um sinal de simpatia e confiança.

Se você quiser que alguém se abra para você, faça uma pergunta e se a pessoa responder apenas parcialmente permaneça em silêncio e mantenha contato visual por algum tempo. 
Isso pressionará a pessoa a falar mesmo sem ela perceber que está sendo pressionada, mas ela também pode ficar irritada por isso cuidado.
É por esse motivo que psicólogos e psiquiatras normalmente ficam quietos durante sessões e só anotam as coisas ao invés de interromper o paciente o tempo todo.

Se você sofre com ansiedade, o contato visual prolongado pode deixá-lo um pouco desconfortável, mas psicólogos também tem um truque pra isso. 
Se for difícil e desconfortável manter contato visual, tente olhar a pessoa entre os olhos. Não parece muito diferente para o observador e vai fazer você parecer mais confiante e amigável.

Esse é um truque psicológico que também é usado por mentalistas em shows. Quando você está tendo uma conversa com alguém, escolha uma palavra que eles dizem bastante como cara, amiga, mano etc. 
Cada vez que a pessoa diz essa palavra (ou algo próximo a ela), apenas acene ou dê outro tipo de afirmação positiva. Agora observe seu parceiro de conversação começar a dizer a palavra o tempo todo. 
O que acontece é que o cérebro mesmo sem a pessoa notar quer ganhar mais afirmações para massagear o ego da pessoa.

Se você se sentir nervoso antes de algum tipo de evento ou ação, em vez de morder as unhas ou pegar um cigarro, tente mastigar um chiclete
Nossos cérebros estão preparados para acreditar que estamos seguros sempre que estamos comendo, afinal ninguém vai fazer um lancinho durante um assalto ou algo do tipo, você só come quando está em paz.

Os pés são uma parte do corpo que usamos muito quando nos comunicamos em linguagem corporal. Por exemplo, se você se aproximar de alguém e essa pessoa virar o tronco do corpo para você, mas não os pés, é um mau sinal e significa que prefeririam ficar sozinhos. 
Além disso, se você estiver conversando com uma pessoa e perceber que os pés dele estão apontando para longe de você, é mais provável que eles queiram estar em outro lugar.


Todo pai conhece a luta de tentar fazer seus filhos comerem seus vegetais, mas tem um truque pra isso também, por exemplo em vez de perguntar se eles querem brócolis (ou qualquer tipo de legume), pergunte-lhes se gostariam de três ou cinco brócolis (a quantidade depende de você). As crianças entenderam que tem apenas duas opções e sempre vão escolher a menor.
Esse truque é tão fácil de usar que muitos lugares de comercio o utilizam, eles oferecem por exemplo um pacote de pipoca médio por um preço, e um de pipoca grande por um preço apenas um pouco maior, o cliente vai achar que comprando o grande ele está fazendo a melhor escolha e vai comprar esse mesmo se ele estiver com fome apenas para um pacote tamanho médio. 
Cientistas e pesquisadores já recriaram essa experiencia em um ambiente controlado e ela funcionou perfeitamente.


Provavelmente todos nós, em um ponto ou outro, tivemos uma música que não saia de nossa cabeça. O truque para parar a música que está tocando repetidamente dentro do seu cérebro é pensar no final dela. 
Isso é chamado de 'efeito Zeigarnik' e ele afirma que os humanos lembram melhor as coisas de maneira incompleta ou interrompida em comparação com as tarefas concluídas. Assim que seu cérebro chegar ao "fim" da música ele não vai saber como continuar com a canção.


Você é do tipo que estuda ou lê enquanto ouve música? Então ouça apenas músicas instrumentais, isso ajuda seu cérebro a se concentrar melhor na tarefa.
De acordo com um estudo, descobriu-se que músicas como o rap distraem mais a pessoa, enquanto que ouvir música clássica afetou positivamente elas. 
Acredita-se que a razão por trás disso é que os vocais na música são naturalmente distrativos. Nós, como humanos, somos mais reativos a sons vocais (feitos por pessoas) do que a sons não vocais (feitos por instrumentos).


Seu cérebro é um computador, e como todos os computadores ele tem pequenos defeitos. Se você está se sentindo um pouco para baixo você pode enganar seu próprio cérebro a pensar que você está de bom humor simplesmente fingindo um sorriso. 
Tanto o cérebro como o corpo trocam informações simultaneamente, portanto um afeta o outro de várias maneiras. Sorrisos falsos envolverão redes neurais semelhantes a um sorriso genuíno. Isso significa que fingir um sorriso (ou qualquer outro tipo de expressão de alegria) pode elevar seu humor porque seu cérebro não sabe a diferença de um sorriso falso de um verdadeiro.
Mas isso não funciona com pessoas que sofrem de depressão ou problemas similares, nesse caso a melhor ajuda é procurar um tratamento adequado.


A doença de movimento acontece quando o sistema vestibular diz ao seu cérebro que você está se movendo, enquanto seus olhos estão olhando para algo que está parado e informa ao cérebro que você está realmente parado. É por isso que muita gente sente enjoos em viagens longas de carro, barcos, ônibus e avião. 
Para aliviar o enjoo tente olhar para fora da janela, dessa maneira seu cérebro entenderá que você está realmente se movendo. Ou você pode apenas se focar em algo como o horizonte, em outras palavras não olhe para algo que está parado, olhe para algo que também está se mexendo.
Esse truque é tão bom que marinheiros usam ele o tempo todo para evitar vomitar no mar. Instrutores de sobrevivência também ensinam esse truque para seus alunos.


Se você tem muito conteúdo que precisa aprender rapidamente, tente aprendê-lo em pedaços de informações relevantes em vez de tentar memorizar a coisa toda de uma vez só. 
Esse método de estudo é uma combinação de dois processos psicológicos chamados de "intercalação" e "fragmentação". Por exemplo, se você tiver um texto grande para memorizar, em vez de decora-lo inteiro, apenas escreva em uma página os pontos principais do texto, depois releia o texto. Isso ajuda seu cérebro a decorar o que é realmente importante e preencher as lacunas de maneira mais fácil do que decorar o texto inteiro.


De acordo com um fenômeno psicológico chamado "efeito Ben Franklin", nossas mentes tem dificuldade para manter a coerência entre nossas ações e percepções. Isso se deve à chamada dissonância cognitiva. 
Mas como isso funciona na prática? Tente pedir a alguém que te odeia para ela fazer um pequeno favor para você, isso engana o cérebro da outra pessoa a pensar que ela gosta de você, afinal o corpo dela está te ajudando mesmo com ela te odiando. Ela vai se sentir bem por ajudar outro humano mesmo sabendo que não deveria, tudo isso causa uma confusão no cérebro.
Como disse o próprio Benjamin Franklin: “Aquele que uma vez te fez uma gentileza, estará mais disposto a fazer-te outra do que aquele que tu mesmo o fizeste”.


Se você achou que a piada de alguém foi racista, sexista ou apenas ruim, peça para ele explicar a piada, isso força ele a analisar suas próprias palavras e caso ele não seja um c*zão ele vai se sentir sem graça.


Não ande olhando para seu celular, o que acontece no seu cérebro quando você dirige com o celular na mão também acontece quando você anda com ele, isso resulta em muitos acidentes e tropeços.


Uma maneira fácil de impressionar alguém que está entrevistando  ou conversando com você: não seja a pessoa no meio. 
Simplificando ainda mais, tente sempre ser o primeiro ou o último a falar. As pessoas tendem a ter as lembranças mais claras de algo que aconteceu no começo ou no final de algo, e nossas mentes facilmente desfocam tudo o que aconteceu no meio, ou seja, aquela pessoa vai se lembrar de você e esquecer os do meio.



Você pode fazer pessoas carregarem o que você quiser, apenas continue falando enquanto você está entregando-lhes o que for. 
A maioria das pessoas automaticamente pegará o que for dado a elas sem sequer pensar nisso já que seu cérebro está ocupando prestando atenção no que você disse. No entanto, algumas pessoas podem ficar apenas confusas ou irritadas dependendo do quão espertas elas são...
Por incrível que pareça quem usa esse truque além de mentalistas são os ladrões, eles costumam pedir para pessoas desconhecidas carregar algo pra elas e depois simplesmente pedem a carteira dela, por mais estranho que pareça o cérebro da pessoa fica confuso e ela realmente te entrega a carteira.
Os vídeos acima são do mentalista profissional Darren Brown e mostram exatamente esse truque.


Se você quiser parecer convidativo ao encontrar alguém novo, verifique se sua mão está quente antes de dar um aperto de mão. Além disso, tente sutilmente imitar sua linguagem corporal, pois isso cria confiança e facilita uma "ligação" entre você e ela. Se ela cruzar os braços você também cruza, se ela balançar a cabeça você também balança.


Quer que alguém siga o seu conselho? Diga algo como "é o que meu pai dizia" ou "foi o que minha mãe me ensinou". Isso porque nós como humanos simplesmente tendemos a confiar em figuras maternas e paternas mais do que em pessoas de nossa própria faixa etária ou mais novos.
Você se vê seguindo o conselho de uma criança? Mas que tal o conselho do pai dessa criança?


Vai espirrar no meio de uma reunião e não quer passar mico? Morda seu lábio e isso vai parar o espirro.
Basicamente seu cérebro vê o espirro como algo urgente, mas ao sentir dor ele coloca a dor em primeiro lugar e "cancela" o espirro.


Quem realmente impressionar aquela garota especial? Esqueça a lábia, apenas leve ela a um lugar emocionante como um parque de diversões, isso faz com que o cérebro dela "ligue" o sentimento de emoção com memorias de você. 


Quer evitar uma bronca? Fique na frente de um espelho. Pessoas normalmente ficam sem graça na frente de seu próprio reflexo.
Isso apenas não funciona com pessoas egocêntricas e com complexo de grandeza, ou seja, também é um ótimo meio de descobrir a personalidade daquela pessoa.


Se você agir extremamente feliz quando ver alguém, essa pessoa será muito mais propensa a ficar extremamente feliz na próxima vez em que te ver. 
Por mais inacreditável que pareça os "inventores" dessa técnica não foram os humanos, cães fazer isso conosco o tempo todo, foi assim que os lobos "domesticaram" os humanos a muito tempo atrás.

Se você gostou dessa matéria (e se você chegou até o fim acho que gostou) venha curtir nosso facebook em Real World Fatos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Loading...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...